Você sabe identificar os sintomas da chikungunya e da dengue?

Chuvas e temperaturas elevadas são uma constante do verão brasileiro, que começou no dia 21 de dezembro e vai até 21 de março. Ou seja, estão dadas as condições naturais para a proliferação de focos de criadouros do mosquito Aedes aegypti, o transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela.

Este ano, o número de casos confirmados de chikungunya no Brasil cresceu 30,8% em relação a 2020 mas em alguns estados do país os números são assustadores, bem como os da dengue.

Além dos cuidados preventivos para evitar a propagação do mosquito, é importante conhecer os sintomas da dengue, que costuma se caracterizar pelas dores no corpo, enquanto a chikungunya tende a provocar inchaço nas articulações.

Dengue:
– Febre alta entre 39° e 40°C;
– Dor de cabeça;
– Dor no corpo e nas articulações;
– Fraqueza;
– Dor atrás dos olhos;
– Coceira e erupção na pele;
– Pode haver perda de peso, náuseas e vômitos.
– Sintomas duram de 2 a 7 dias.

Chikungunya:
-Febre, porém, menos alta do que no caso da dengue;
-Dor muscular e nas articulações;
-Inchaço das articulações
-Dor de cabeça;
-Erupções na pele.
-Sintomas duram 3 a 7 dias.

Em caso de suspeita da doença, procure atendimento médico.

Compartilhar: