Vacina contra chikungunya desenvolvida em parceria com Instituto Butantan mostra avanços

Uma vacina contra chikungunya que está sendo produzida pela farmacêutica francesa Valneva, parceira do Instituto Butantan, demonstrou resultados muito positivos em testes clínicos de fase 3, realizados nos Estados Unidos. Durante o estudo, o imunizante que tem o nome internacional de VLA1553, foi testado em um grupo de 4.115 pessoas e gerou anticorpos neutralizantes em 98,5% dos voluntários 28 dias após aplicação de uma única dose.

“O resultado da fase 3 para a vacina significa que estamos um passo mais perto de combater essa ameaça de saúde pública. Vamos continuar trabalhando para trazer a vacina ao mercado o mais rápido possível”, explicou o diretor médico da Valneva, Juan Carlos Jamarillo, em nota oficial do Instituto Butantan.

No decorrer dos ensaios clínicos, o imunizante se mostrou eficiente em todas as faixas etárias. E, até o momento, é a única vacina contra essa doença que está na fase 3 dos ensaios clínicos.

Pelos bons resultados alcançados, a VLA1553 foi premiada com a designação de revelação (Breakthrough Designation) pela Food and Drug Administration (FDA), agência regulatória norte-americana.

Os resultados finais do estudo devem ser divulgados em seis meses.


Fonte: Instituto Butantan

Compartilhar: