O inverno está chegando, mas a prevenção à dengue permanece

em

O frio não é motivo para deixar de lado as medidas para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. O inseto continua na ativa no inverno, embora com presença mais discreta do que no verão, o que se justifica pelo fato de que o tempo de desenvolvimento (ovo, larva, pupa e adulto) do mosquito durante o inverno aumenta.

No tempo frio, consequentemente, ocorre uma menor população de mosquitos adultos em relação às estações de temperaturas mais quentes.  O número de insetos diminui quando a temperatura fica abaixo de 20°C, assim como há uma diminuição do número de mosquitos infectados.  Consequentemente, a quantidade de pessoas com doenças causadas pelo Aedes também é menor no inverno.

Essa queda de casos pode induzir ao pensamento de que haja um menor risco, levando a uma diminuição no cuidado com a prevenção da doença, o que não pode acontecer. A água sanitária é a solução mais eficaz para o combate ao Aedes aegypti, além de ajudar a prevenir doenças relacionadas a enchentes, como leptospirose, hepatites do tipo A e E e gastroenterites. O produto deve ser usado na proporção de 1 colher das de sopa por litro de água em ralos de pias, banheiros e cozinha e também deve ser colocado nos pratinhos das plantas.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *