Combate ao Aedes no outono precisa continuar

No outono, período que começou dia 20 de março e se estende até 21 de junho, as chuvas diminuem e a temperatura começa a cair. Mas não pense que com a temperatura mais baixa o Aedes aegypti fica inativo. O mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya continua fazendo vítimas mesmo durante as estações mais frias do ano.

Assim como no verão, é preciso se proteger das picadas e evitar a proliferação do mosquito – especialmente dentro de casa, já que o ambiente quentinho e aconchegante de áreas internas pode atrair o mosquito.

Agora, com o isolamento social por causa da pandemia, é importante tirar um tempinho – pelo menos uma vez por semana – para dar uma geral nos pontos que podem ser foco de reprodução do Aedes, tanto dentro de casa como fora, no quintal e jardim.

A água sanitária é a solução mais eficaz para o combate ao Aedes aegypti, além de ajudar a prevenir outras doenças como leptospirose, hepatites do tipo A e E e gastroenterites. O produto deve ser usado na proporção de 1 colher das de sopa por litro de água em ralos de pias, banheiros e cozinha e também deve ser colocado nos pratinhos das plantas.

Confira mais algumas dicas de rotina de limpeza neste post.

Compartilhar: