Combate à dengue deve ser intensificado na primavera

Com a chegada da primavera, quem gosta de plantas e flores aproveita este período para decorar os ambientes no interior da casa ou o quintal, o que requer ainda mais cuidados para evitar focos da larva do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças, como dengue, zika e chikungunya.

A primavera se caracteriza por dias com temperaturas mais elevadas e chuvas recorrentes, o que favorece o desenvolvimento das larvas do mosquito, cuja proliferação ocorre em água acumulada associada à alta temperatura.

A prevenção é sempre o melhor remédio. Por isso, fique de olho nos pratinhos e vasos de plantas. Uma ou duas vezes por semana, jogue fora a água acumulada e lave bem os recipientes com água e sabão. Essa limpeza é importante para eliminar os ovos do Aedes, que podem sobreviver até 450 dias.

Para manter a casa florida sem preocupação com possíveis criadouros do mosquito, encha os pratinhos de areia até a borda.

Compartilhar: