Casos de dengue crescem 264% em todo o país

O Brasil enfrenta uma epidemia de dengue. De acordo com o Ministério da Saúde, foram registrados mais de 229 mil casos até a primeira quinzena de março deste ano, ante 62,9 mil no mesmo período do ano passado. Neste ano, vem sendo registrados cerca de 3 mil novos casos por dia. Além disso, os óbitos relacionados à doença cresceram 67% – a maioria no estado de São Paulo, com 31, de um total de 62 em todo o país.

Em São Paulo, Bauru lidera o ranking das cidades com maior número de registros da doença, 9.232 pessoas afetadas, com doze casos fatais. É uma tragédia que precisa da colaboração de todos para ser combatida: a dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que se reproduz em lugares com água parada. Medidas simples, que impeçam sua proliferação, podem ter grandes impactos em termos de saúde pública.

O poder do cloro no combate ao Aedes aegypti já foi comprovado cientificamente, em pesquisas científicas realizadas pelo Laboratório de Radiobiologia e Ambiente do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA), da Universidade de São Paulo (USP). Por isso, a higienização das casas com hipoclorito de sódio, subproduto do cloro conhecido popularmente água sanitária, é um hábito que deve ser incorporado à rotina das famílias e empresas, considerando-se que 80% dos focos estão dentro de casa.

Garrafas, piscinas, pneus, plantas, caixas d’água, pias e vasos sanitários podem ser desinfetados com água sanitária. Além de evitar a eclosão dos ovos do mosquito, a utilização do produto na limpeza doméstica previne também doenças como leptospirose, hepatites do tipo A e E e gastroenterites.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *