Calor e chuva, ambiente ideal para o Aedes aegypti. Veja como eliminar o mosquito

Resistentes, os ovos do mosquito Aedes aegypti podem sobreviver por um ano inteiro, sendo transportados a grandes distâncias, em recipientes secos. Eles ficam esperando só um pouquinho de água para eclodir. Por isso, o clima chuvoso e quente é tão perigoso para a formação das larvas e, depois, do mosquito.

O Aedes gosta de colocar os ovos nas paredes de criadouros com água limpa e parada. Por isso é importante adicionar água sanitária para fazer a desinfeção.  A água sanitária é capaz de matar as larvas e sua eficácia é comprovada cientificamente por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (USP).  Ela deve ser usada na higienização de casas e quintais, para eliminar as larvas.

Basta misturar 1 colher das de café (2 ml) de água sanitária em 1 litro  de água limpa  e colocar nos locais com água parada, que podem ter focos do mosquito.

Além da desinfecção com água sanitária, é fundamental lavar bem as paredes dos recipientes com escova ou palha de aço para remover os ovinhos que ficam grudados e que podem sobreviver um ano nesse tipo de ambiente.  Os ovos são muito pequenos (medem cerca de 0,4 mm), e adquirem resistência ao ressecamento muito rápido, segundo o Instituto Oswaldo Cruz.  Os ovos podem resistir até 450 dias no ambiente seco. Daí a importância  de eliminar os criadouros pelo menos uma vez por semana, para interromper o ciclo de vida do Aedes.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *