5 curiosidades sobre Aedes

O mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, zika e chikunguya e febre amarela, é um velho conhecido no Brasil, desde o período colonial. Confira abaixo cinco curiosidades sobre esse vilão:
● O Aedes aegypti está presente em quase todo continente Americano, com exceção do Canadá e do Chile, que estão livres do vetor e da dengue. No Uruguai não há registros da enfermidade, mas o mosquito está presente no país vizinho.

● Os casos de dengue na América aumentaram muito nas últimas quatro décadas. Segundo dados da Organização Pan-Americana de Saúde, na década de 1980, foram identificados 1,5 milhão de casos. Já entre 2010 e 2019, esse número saltou para 16,2 milhões!

● Diferentemente de outros mosquitos, o Aedes aegypti, possui uma particularidade chamada “discordância gonotrófica”, o que significa que ele é capaz de picar mais de uma pessoa para um mesmo lote de ovos que produz. Há relatos de que um só Aedes infectado com dengue transmitiu a doença para cinco pessoas de uma mesma família, no mesmo dia.

● Ele tem grande capacidade reprodutiva, mas o seu tempo médio de vida é curto. Apenas um Aedes pode gerar outros 1.500 da sua mesma espécie, porém vive em média apenas um mês.

● Ao contrário de outros mosquitos, que durante estações mais quentes costumam incomodar com o zumbido, o Aedes é um inseto que tende a ser silencioso.

 

Compartilhar: